Quais cirurgias são cobertas pelo convênio médico?

As cirurgias costumam ser procedimentos muito caros, independentes de ser para fins médicos ou estéticos.

No caso de operações plásticas, muitas vezes é difícil conseguir que tenham cobertura do plano de saúde.

Essa tarefa, que não é nada fácil, são encaradas como procedimentos estéticos e não entram nas exceções.

Contudo, é possível encontrar alguns tipos de procedimentos que são cobertos pela maioria dos planos de saúde.

Muita gente busca o apoio do plano para não ter que pagar os preços exorbitantes cobrados em operações como estas. Mas quais cirurgias são cobertas pelo plano?

Cirurgias

Muitos procedimentos cirúrgicos foram incluídos na cartilha da ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, que o órgão de regulamentação dos planos de saúde.

A obesidade, que é considerada doença e tem acontecido muito no país, recebe o apoio do plano para medidas plásticas que ajudam no emagrecimento.

A cirurgia bariátrica, por exemplo, deve ser coberta pelo plano.

E todos os procedimentos que preveem o tratamento e a prevenção da obesidade devem ter o apoio dos planos de saúde. Cirurgias oculares também entram neste contexto.

O paciente que tem problemas de visão de mais de 5,0 graus de miopia e astigmatismo de 4,0 graus podem receber a cirurgia pelos hospitais e clinicas conveniados.

As cirurgias de miopia e hipermetropia são um direito do cidadão, segundo a ANS.

você tem problemas circulatórios e precisa tratar as varizes, por exemplo, pode pedir cobertura para a drenagem linfática.

Este é encarado como um problema estético, mas a partir do momento em que os problemas de circulação se tornam agravantes para a saúde, o plano é obrigado a cobrir.

Outra cirurgia que deve ser coberta pelo plano é a reconstrução de mama.

Pessoas que passaram pelo câncer de mama e que querem reconstruir o seio retirado, devem recorrer ao plano de saúde.

A deformidade causada pelo tratamento da doença se encaixa como um dano patológico que deve ser tratado para melhorar o corpo da pessoa.

Como é algo que mexe com a autoestima da mulher e é considerado um problema físico interno, deve ser coberto pelo plano de saúde.

Cirurgia Para Acabar com o Mau Hálito

pós a cirurgia bariátrica algumas pessoas notam que estão com mau-hálito. Mas não é preciso se preocupar. A halitose, assim como um ‘esbranquiçamento’ da língua são muito comuns nos primeiros 30 dias após a cirurgia bariátrica. Isso acontece em razão do não consumo de alimentos sólidos neste período.

Deixe uma resposta